História

por Interlegis — última modificação 15/12/2016 22h37
Monte Horebe teve sua origem no ano de 1925.

O sr. Joaquim de Sousa, proprietário do sítio ?Açude Novo?, doou uma pequena área de terras para ser construída uma Capela dedicada a São Francisco. Neste mesmo ano começou a ser realizada um feira livre que cresceu e teve apenas um ano de existência.

Em 1926, passou na localidade o bando de Virgolino ?O LAMPIÃO?, que fez afugentar os feirantes. Somente depois de seis anos (1932) quando já existiam outras casas construídas, a feira voltou a ser reativada.

Os primeiros comerciantes deste lugarejo foram Cesário Pereira de Sousa e José Tavares de Lima.

Em 1935 a Capela foi demolida e construíram uma Igreja Matriz que teve a orientação de Venâncio Dias do Nascimento e sua conclusão foi no ano de 1940. 
Gentílico: horebense 

Formação Administrativa 

Distrito criado com a denominação de Monte Horebe, pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 1511-1938, subordinado ao município de Bonito.

Pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943, o município de Bonito passou a denominar-se Bonito Santa Fé. 

Em divisão territorial datada de I-VII-1950, o distrito de Monte Horebe, figura no município de Bonito de Santa Fé. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1960. 

Elevado à categoria de município com a denominação de Monte Horebe, pela lei estadual nº 2608, de 05-12-1961, desmembrado de Bonito de Santa Fé. Sede no antigo distrito de Monte Herege. Instalado em 28-12-1961.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE